Acessibilidade

Jucea é referência em Acordo de Cooperação Técnica

O Acordo de Cooperação Técnica (ACT) firmado pela Junta Comercial do Estado do Amazonas (Jucea) com a Organização das Cooperativas do Brasil no Amazonas (OCB/AM) tornou-se referência para a Organização das Cooperativas Brasileiras no Estado de Goiás (OCB-GO). O convênio estabelecido em agosto do ano passado, será usado como base para projeto da OCB-GO, que será apresentado à Junta Comercial do Estado de Goiás (Juceg).

De acordo com o presidente da Organização das Cooperativas Brasileiras em Goiás, Luís Alberto Pereira, o Acordo de Cooperação Técnica da Junta Comercial do Amazonas foi apontado por outras Juntas brasileiras como pioneiro e por isso, o mesmo se tornou referência.

“A Organização das Cooperativas Brasileiras no Estado de Goiás, hoje, tem uma representatividade no Colégio de Vogais da Junta Comercial de Goiás, e, com isso, vimos a oportunidade de apresentarmos soluções viáveis para nós, como cooperativistas e para a Junta de Goiás. E após pesquisa, descobrimos esse acordo firmado no Amazonas, que muito nos interessou”, afirmou o presidente.

O ACT, até então inédito no Brasil entre instituições das duas naturezas, proporcionou maior agilidade aos processos de constituição de cooperativas, no Amazonas, ao dispor do auxílio de técnicos da OCB/AM na análise e julgamento dos processos de abertura, alteração, baixas e demais arquivamentos de cooperativas.

Para a presidente da Junta Comercial do Amazonas, Maria de Jesus Lins, o interesse de organizações de outros estados nos projetos implantados, no Amazonas, pela Jucea mostra que a autarquia está no caminho certo para melhorar, desburocratizar e simplificar os serviços oferecidos.

“Nos agrada saber que estamos contribuindo com a Organização das Cooperativas Brasileiras em Goiás em melhorar o serviço oferecido aos seus associados. Parcerias como essa, todos ganham. A OCB que presta melhor auxílio aos cooperados, a Junta de Goiás que otimiza a tramitação de processos e os usuários, que veem seus processos analisados de forma mais célere. E para a Junta do Amazonas que vê seu trabalho reconhecido e servindo de exemplo para outros estados”, destacou Maria de Jesus Lins.

Com o Acordo de Cooperação Técnica firmado entre a Jucea e a OCB/AM, as constituições de cooperativas, que levavam até três meses para serem deferidas, devido à falta de orientação quanto aos documentos necessários e prazos a serem cumpridos, passaram a ser efetivadas em até dois dias úteis.

 


Reportar Erro